O que é dropshipping? Tudo o que você precisa saber!

O dropshipping tem muitas vantagens em relação aos métodos tradicionais de e-commerce. É particularmente adequado para startups, porque os produtos só são comprados do fornecedor depois de solicitados, o que torna a empresa muito escalável. Mas o que é dropshipping?

Para ajudar você a entender mais sobre o que é dropshipping, eu preparei o artigo de hoje sobre o artigo de hoje sobre o assunto. Ficou interessado em saber mais? Então acompanhe comigo agora mesmo!

O que é dropshipping?

Dropshipping é um modelo de e-commerce no qual o lojista online vende mercadorias que não tem em estoque em si. Depois que o cliente compra as mercadorias na loja online, o varejista as encomenda a um atacadista ou fabricante, que as envia diretamente ao cliente. 

O dropshipper, portanto, não tem contato físico com o produto e não gerencia um armazém. O Dropshipping é, em princípio, um serviço logístico prestado pelo atacadista ou fabricante. 

Na melhor das hipóteses, este último continua anônimo, pois o logotipo e endereço de entrega da loja online aparecem nas mercadorias entregues. Ou seja, o cliente tem a impressão de que as mercadorias foram enviadas da própria loja virtual. Portanto, em caso de devolução, as mercadorias são devolvidas diretamente ao dropshipper. 

De fato, o modelo dropshipping tem muitas vantagens, principalmente para empreendedores iniciantes no e-commerce. Independentemente do modelo escolhido, a comunicação e a confiança com os fornecedores devem ser boas porque o fornecedor é, entre outras coisas, responsável pela qualidade do produto e pelo envio. 

A troca de dados entre fornecedores e sua própria empresa, por exemplo, sobre quantidades em estoque, mudanças de preços, novos produtos, prazos de entrega, rastreamento de entrega, etc., deve ser o mais perfeito possível. 

Por exemplo, já existem soluções automatizadas para troca de dados por meio de aplicativos pré-programados (como o Oberlo) ou você pode ter sua própria solução programada através de sua própria API (Interface de Programação de Aplicativos). 

Além disso, é claro que os fornecedores também devem garantir uma logística operacional e confiável.

Que tipos de dropshipping existem?

Em princípio, o dropshipping diferencia a execução por um armazém por atacado ou consignação. Na primeira variante, o dropshipper potencialmente tem acesso a toda a gama de produtos do atacadista. Se o varejista tiver produtos em sua loja online que não estejam mais disponíveis na loja do atacadista, o pedido não poderá mais ser honrado. 

Na segunda variante, o atacadista configura seu próprio espaço de armazenamento em seu armazém principal para o varejista on-line. As ações são mantidas exclusivamente para ele. No entanto, este sistema é frequentemente associado a custos adicionais ou certas obrigações de compra. Em troca, o varejista se beneficia de um fornecimento seguro de bens. 

Existem diferentes modelos. Muitos dropshippers recebem seus produtos da China em condições de compra muito favoráveis. 

Outro modelo: compra de grandes quantidades de produtos do Alibaba e terceirização do gerenciamento de pedidos para um centro de gerenciamento de pedidos (ex. Amazon) no país em questão.

Vantagens

O dropshipping tem a imensa vantagem de exigir pouca equidade. Não é necessário alugar instalações ou contratar pessoal. Além disso, você não precisa de um armazém e, para a compra de produtos, não é necessário pagar com antecedência. 

Os custos são mínimos, por exemplo, para hospedagem de sites, domínio, programação de sites, aplicativos e possivelmente solução de loja online pré-configurada (por exemplo, Shopify, Magento, WooCommerce, etc.). 

Além, é claro, de que os custos de serviços de mão de obra limpos e adquiridos devem ser cobrados (por exemplo, design, logotipo, SEO, etc.). No entanto, esses custos também se aplicariam a outras soluções de comércio eletrônico. 

A atividade dropshipping também possibilita oferecer uma ampla gama de produtos de muitos fabricantes e revendedores graças às vantagens descritas. 

Os produtos também podem ser facilmente testados para o mercado, por exemplo, usando publicidade no Google Shopping, Facebook ou Instagram. 

Em última análise, este modelo oferece oportunidades de crescimento relativamente grandes em um curto período de tempo (boa escalabilidade).

Desvantagens

Uma das maiores vantagens também é uma das maiores desvantagens deste método. O revendedor dropshipping não vê as mercadorias vendidas e não tem controle sobre o envio.

Embora o dropshipper tenha solicitado uma amostra para testar o produto com antecedência, ele não sabe a qualidade do produto enviado em detalhes. As mercadorias são frequentemente perdidas ou danificadas, especialmente quando enviadas da China. Não só isso precisa ser substituído, mas a satisfação do cliente também diminui significativamente. 

Outro problema é o tempo de entrega extremamente longo dos revendedores asiáticos. Claro, há dropshippers suficientes que vendem mercadorias no Brasil e, assim, obtêm melhor qualidade, prazos de entrega e satisfação do cliente, mas na maioria dos casos, a desvantagem é a pequena margem. 

Não se deve esquecer que uma parte significativa do custo de venda de produtos é dedicada à publicidade. Para gerar o menor lucro, a loja online deve, portanto, ser otimizada de maneira extrema e contínua. 

O valor da cesta média deve ser o mais alto possível. Isso pode ser alcançado, por exemplo, agrupando produtos, vendendo-os a granel, upselling (vender um produto mais caro ou atualizando) e cross-selling (venda de produtos relacionados). 

Dependendo de onde você compra seus produtos, você deve esperar uma concorrência extremamente forte, já que muitos revendedores vendem o mesmo produto. 

A insatisfação do cliente com os custos de envio exorbitantes está aumentando muito rapidamente. O risco de perder o cliente é muito alto, especialmente se a qualidade for ruim e o prazo de entrega for longo. 

Então é necessário encontrar novas soluções dropshipping (em termos de qualidade das mercadorias, originalidade, tempos de envio) que sejam economicamente viáveis. 

Como o dropshipping está mudando o cenário do e-commerce

Muitos grandes varejistas online, como Amazon, começaram a fazer dropshipping. Uma das grandes vantagens do dropshipping é que o empreendedor pode e deve focar em marketing e vendas. 

Além disso, fornecer produtos diretamente dos produtores em quase todas as quantidades é simples e pode ser automatizado. Portanto, nenhum armazém caro é necessário. 

O sistema de dropshipping não está terminado, muito pelo contrário! Se o contratante em questão for capaz de enfrentar os desafios acima mencionados, incluindo qualidade, prazos de entrega e confiabilidade, o dropshipping é uma maneira engenhosa e rápida de acessar o e-commerce. Como resultado, os anos futuros são mais propensos a ver um aumento nessas entregas. 

Em geral, o fornecimento simples e rápido de produtos permite testes quase imediatos de produtos em canais de marketing e entrada muito rápida no mercado (produto no mercado). É por isso que os ciclos de produção são constantemente acelerados. 

O dropshipping também acelerará a automação de todos os processos. Mesmo a busca por produtos vencedores, que representa uma parte significativa dos dropshipper, será automatizada por pessoas que são especialistas no assunto.

Gostou de saber mais sobre o que é dropshipping? Então não deixe de acompanhar os demais artigos do blog, tenho muitas outras novidades para você!